CoreFarm.com e CoreFarm.org


Alguns poucos usuários devem saber da existência de uma render farm para o Yaf(a)Ray, mas sim, ela existe. Imagine uma empresa distribuindo dois serviços: um baseado em trocas e outros pago. É a CoreFarm, do Francês William Le Ferrand. Existem dois serviços: corefarm.org e corefarm.com, o de “graça” e pago, respectivamente. Na verdade, a corefarm.org já existe há um bom tempo, mas não era completamente estável. Eu mesmo nunca consegui usá-la, mas conheço gente que já conseguiu.

CoreFarm.org → Baseada na versão 0.1.1 do Yaf(a)Ray, é uma render farm onde você pode renderizar suas imagens gastando créditos, mas sem pagar nada. Esses créditos são adquiridos através de compartilhamento de CPU.

CoreFarm.com → Baseada na versão 0.1.2 do Yaf(a)Ray, é uma render farm com fins comerciais onde você pode renderizar suas imagens gastando créditos que, logicamente, custam dinheiro.

Bom, vamos a mais detalhes…

Provavelmente você já pensou em: “uai, esse William é doido? criar uma própria (e desleal) concorrência?! Vou usar é o de graça, marrapaiz…” É, caro leitor, de certa forma, ele fez isso realmente. Porém, com a corefarm.org ele focou o público “hobbysta” e com a corefarm.com ele focou o público profissional, que precisa de velocidade máxima nos renders. E, garanto pra você, muita gente usa o Yaf(a)Ray profissionalmente… Deixe-me explicar cada um dos serviços.

CoreFarm.com – A versão comercial.

Como funciona?

Você precisa primeiro ser registrado, lógico. Depois é necessário fazer o download do programa que fará o upload de seu arquivo .xml, gerado pelo Yaf(a)Ray, e de suas texturas. Ambas precisam estar numa pasta. Escolha a quantidade de Ghz a ser utilizado e mande renderizar.

Como eu adquiro créditos?

Comprando com dinheiro. E existem pacotes.

  • Comprando entre 1 e 249 créditos, cada unidade sai por R$ 0,20 ($0,11);
  • Comprando entre 250 e 2499 créditos, cada unidade sai por R$ 0,16 ($0,09);
  • Comprando 2500 ou mais créditos, cada unidade sai por R$ 0,12 ($0,07).

Obs.: Dólar valendo R$ 1,81 – cotação do dólar no dia 30 de maio.

Lembrando que quem era usuário do antigo sistema tem direito a 50 créditos. Basta enviar um e-mail para o William e ele adicionará manualmente.

Como eu gasto os créditos?

Antes de você mandar a corefarm renderizar sua imagem, você escolhe quantos Ghz de processamento você deseja que seu render gaste. A cada Ghz que seu render consumir, você gastará 1 unidade de crédito. Ghz é a “unidade” de processamento. Por exemplo, o meu processador é um Intel I7 (mentira, é um Dual Core) de 2,2 Ghz de processamento em cada núcleo. Podemos concluir que Ghz e tempo de render são inversamente proporcionais: quanto mais Ghz você gastar, menos tempo de render.

É como se você escolhesse qual é a velocidade do processador que vai renderizar sua imagem, é isso.

Consigo saber quanto tempo meu render vai levar?

Não. Ou melhor, talvez. Se você já renderizou sua imagem em resolução menor e tem, aproximadamente, quantas horas seu render em 100% do tamanho vai tomar, use essa fórmula simples: 

Onde Tf = tempo desejado em hora | Tpc = tempo da imagem no seu pc em hora (aproximado) | GHZpc = Ghz total do seu processador (dual core: 2 * 2,2 | i7: 8 * 2,2) | GHZc = Ghz consumido.

Existe limite de tamanho da imagem?

Segundo o William, imagens enormes já foram renderizadas. Estou falando de 10.000 pixels no eixo X e 10.000 no eixo Y.

É seguro usar?

Segundo o William, sim. É seguro. Existem usuários regulares que usam a render farm. A corefarm.com já existe há uma semana, porém testes foram feitos na corefarm.org. Mas não vamos descartar a possibilidade de acontecer algum problema: ele reembolsa você.

CoreFarm.org – A versão comunitária.

Como funciona?

Assim como na versão comercial, precisa ser registrado e usar um programa de upload. Quase tudo é no mesmo esquema, exceto pela parte de escolher quanto de processamento deseja gastar e de como adquirir créditos. Porém, ao contrário da versão comercial, você precisa ficar na fila. Sim, seu job não é renderizando no mesmo momento em que fez o upload. Sem falar que pode acontecer de o PC que pegou o seu render ser bem lento…

Como eu adquiro créditos?

Nesse serviço você não gasta nada. Para adquirir créditos você só precisa compartilhar sua CPU, ou seja, renderizar os projetos dos outros. Funciona no mesmo esquema da vSwarm, compartilhamento de CPU para conseguir créditos e renderizar seus projetos. Tudo acontece pelo programa disponível no site, você deixa sua CPU a espera de um job (render) e, quando ele vem, você realmente compartilha seu processamento. Portanto, cuidado ao liberar X% do seu processamento… Pode acontecer de você liberar todos os seus núcleos e vir um job. Já sabe né?

Existe um ranking de usuários que mais compartilham CPU. Estou em 21º lugar :). O primeiro é o próprio William.

Como gasto os créditos?

Renderizando, dã. Porém nesse serviço não é possível prever, de forma alguma, quantos créditos você vai gastar. É completamente imprevisível.

Existe limite de tamanho da imagem?

No site existe uma imagem com 6975×3700 pixels. É tipo uma câmera com 25MP… Profissionalmente falando, não precisará de imagem maior, a não ser em casos especiais.

É seguro usar?

A possibilidade do sistema “engolir” ou travar seu render é maior que o da versão comercial. Mas você não terá nenhum prejuizo, basta fazer o upload novamente.

Conclusão

Bom, basicamente é isso. A grande diferença, como eu disse e como vocês puderam perceber, é o foco. O serviço comunitário é pra quem não precisa de velocidade no render, para quem não tem pressa de renderizar, ou seja, projetos pessoais, E usa Yaf(a)Ray 0.1.1. E o grande “problema” do serviço comunitário é a pouca quantidade de usuários: pouco mais de 800.

Agora para quem usa Yaf(a)Ray 0.1.2 profissionalmente e precisa de renders rápidos, ou quer se privar de passar boa parte do seu expediente renderizando, a corefarm.org é a solução. Já conversei com o meu chefe sobre a possibilidade de usarmos o serviço e, sim, vou usar o novo serviço. Só precisarei realizar alguns testes para não sair comprando créditos sem saber fazer a coisa funcionar… Lembrando: corefarm.org → YaR 0.1.1 | corefarm.com → YaR 0.1.2. Por isso, quando penso em corefarm.org, penso em algo passageiro pois a versão 0.1.2 já está quase saindo…

Falei com o William e ele me informou que ainda está fazendo progresso no sistema comunitário e que seu objetivo é “lançar todo o código da corefarm.org como projeto open-source”, ou seja, poderemos aproveitar esse sistema para fazê-lo aceitar o YaR 0.1.2 ou expandir para outros renderizadores. Espero que exista uma alma nesse mundão que possa fazer isso…

Ufa!


Anúncios

Tags:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: